Breaking

Artigo | Prosa | Inesquecível.


Hoje acordei pensando em você lembrei de nossa infância e nossos sonhos.
 Queríamos viver para sempre crianças assim poderíamos brincar e nunca crescer.
Não íamos sentir dores e nem amar ou morrer gostávamos de pensar assim.


Mas para nossa tristeza e alegria esta doce e linda etapa chegou ao fim.
Hoje somos crescidos moramos distantes quase não nos vemos mais.

Uma coisa ainda temos daquele gostoso tempo de criança a saudade e a lembrança.
Nossos sonhos adormeceram em meio a tantas preocupações e sofrimentos.

Apenas uma coisa restou uma história linda e inocente de duas crianças.
Mesmo que nunca mais nos vejamos ninguém roubará de nossos corações.

Esta lembrança esta saudade este amor nem o tempo nem a distância apagou.
Juntos enquanto criança não existia segredos nem meus nem seus apenas nossos.

Agora a distância insiste para esqueçamos de tudo mas impossível esquecer você.


Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.

Saiba mais da autora NESTE LINK


-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).

................................................................................................................................................


Today I woke up thinking about you remembered our childhood and our dreams.
We wanted to live forever so children could play and never grow.


I would not feel pain nor love or die liked to think so.
But to our sorrow and joy this sweet and beautiful step over.

Today we are grown live far hardly see each other more.
One thing we still have that yummy child time longing and remembrance.


Our dreams have fallen asleep in the midst of so many worries and sufferings.
Only one thing remains a beautiful and innocent story of two children.

Even if we never see in anyone steal our hearts.
This reminder this longing that love neither time nor distance deleted.


Together as a child did not exist secrets or my not their only ours.
Now the distance insists forget all but impossible to forget you.


Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.




-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).


................................................................................................................................


Hoy me he levantado pensando en que recordaba nuestra infancia y nuestros sueños.
Quisimos vivir para siempre para que los niños pueden jugar y nunca crecer.


No me sentiría dolor ni el amor o morir le gusta pensar que sí.
Sin embargo, para nuestro pesar y alegría este paso dulce y hermosa sobre.


Hoy en día nos hacen crecer en vivo ahora casi no ver más entre sí.
Una cosa que aún tenemos que delicioso anhelo niño tiempo y el recuerdo.


Nuestros sueños se han dormido en medio de tantas preocupaciones y sufrimientos.
Sólo una cosa sigue siendo una historia hermosa e inocente de dos hijos.


Incluso si nunca vemos en cualquier robar nuestros corazones.
Este recordatorio de este anhelo de que el amor ni el tiempo ni la distancia eliminado.


Juntos como un niño no existía secretos o mi no es su única nuestra.
Ahora la distancia insiste en olvidar todo pero imposible de olvidar.



Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.




-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aujourd'hui, je me suis réveillé en pensant à vous rappeler notre enfance et nos rêves.

Nous voulions vivre pour toujours afin que les enfants puissent jouer et ne jamais grandir.

Je ne me sentirais pas la douleur ni l'amour ou mourir aimé penser.

Mais à notre tristesse et la joie de cette étape douce et belle sur.

Aujourd'hui, nous sommes cultivés en direct loin à peine voir les uns les autres plus.

Une chose que nous avons encore que délicieux nostalgie du temps de l'enfant et du souvenir.

Nos rêves se sont endormis au milieu de tant de soucis et souffrances.

Une seule chose reste une belle histoire et innocente de deux enfants.


Même si vous ne voyez jamais dans nos coeurs voler quelqu'un.

Ce rappel ce désir que l'amour ni le temps ni la distance supprimée.

Ensemble comme un enfant n'existait pas de secrets ou mon ou votre juste nôtre.

Maintenant, la distance insiste oublier de vous oublier, mais impossible.




écrivain Luzia Couto du texte. Droit d'auteur réservés par l'auteur. La copie, le collage, la reproduction ou la divulgation de toute nature sur tout support de tout ou partie de ce travail sans l'autorisation de l'auteur, sous peine de violation de la loi brésilienne et internationale pour la protection des droits de propriété intellectuelle.



-Luzia Couto est l'auteur de romance « Une prison au paradis » en vente dans les librairies Auteurs Club (Version imprimable) et Amazon (version numérique).

Busque por Tag

. .#amor .#amor. .#ficção .#ficção. .#poema # o desempregado # o sonho que morri #a coruja e joaquim #a lenda da lua #a menina #a menina astrônoma #a modelo em decadencia #a morte de Dorothy #a vida de euclides e eva #abrigo santa helena #agradecimentos #alho #alzheimer #amigas inseparaveis. #amontoados de letras #amor #amores #Animais #anjos. #Arte Cênica #artigo #atitude. #autora #aventuras #aventuras. #aviso #avitoriafeminina #beleza #beneficios #canção #cão #cerveja #comportamento #conto #conto. #conto.#ficção #conto.#ficção. #contos #contos. #coração. #costura #couto #criança #criança levada #Cuidados #culinaria #culinária #Cultura #Cultura. #curiosiades #curiosiades.#romance #curiosiades.#zona rural. #curiosidade #curiosidade. #curiosidades #curiosidades. #curiosidades.#romance #curiosidades#romances#historias #curiosidades#romances#historias#contos #decisoes #atitudes #dia #dia dos namorados #dicas #ebook #educação #enfermagem #escritora #escritoraluziacouto. #estorias #euzinha #família #familia. #ficção #ficção #curiosidades #ficção #curiosidades. #ficção. #ficção.#Cultura. #gabriela #Gatinhos #Gato #generosidade #historias #historias#romances#contos#curiosidades #homenagem. #impossível #inesquecível. #informação #inverno da paixão #irmasseparadas #leitores. #lembranças #lenda #letras. #literartura #literatura #literatura. #livros #lú couto #luar. #luz #luzia #luzia Couto #mãe #mãe. #maria marcia #mensagem #Mércia a médica #minha pequena Mia #mudou #mulher #natureza. #noite #o ciber café #o concurso. #o destino #o olhar deCeleste #olhos. #outono #paixão #paz #pianodasaudade. #poema #poesia #profissionais #prosa #quando o amor acontece. #quando tudo aconteceu #receita #receitas #reflexão #roamances. #roamnces #roamnces. #romance #romance. #romances #romances. #rosas #saudades e lembranças #saudades. #saúde #sedução. #sentimentos #silencio. #sobrevivente #solar #solidão. #solidariedade #sugestões #Teatro #tempo #texto #trabalho #truqes #truques #um inimigo oculto #um patrão do bem #um pequeno jardim #uma mulher marcada pelo passado #uma santa desconhecida #umaconfeiteradesucesso #umamulhermisteriosa #uso #versos #vida #você sabia #yasmim a menina bailarina Boca de Cena Curiosidades literatura