Literatura | Saudades de minha mãe.

     Fim de tarde de domingo 30 de agosto 05 anos se passaram nada é como era antes de você partir, cinco anos se passaram a saudade só aumenta a cada dia, sinto falta de seus abraços, carinhos, beijos suas bênçãos, seus sábios conselhos seus exemplos que hoje só mostra a quão sábia era, uma mãe exemplar honrada de caráter, sua honestidade e humildade sempre foram demonstradas em todos os instantes de sua breve vida. Sua fé inabalável sua confiança que dias melhores viriam mesmo sabendo que talvez estes dias nunca chegassem sempre nos deu esperanças nos ensinou a sempre manter a fé e confiança. Uma mãe que ensinava seus filhos a amar respeitar a todos não pelos bens materiais, mas sim pelo ser humano que eram, e como todos são criaturas imagem e semelhança de Deus.
Mãe você partiu muito jovem nos deixando a mercê deste mundo cruel, com sua presença me sentia forte cheia de coragem para enfrentar os grandes problemas encontrados em meu dia a dia. Quando nós sentávamos na sala para rezar a terço toda noite que possível, eu sentia cheia de coragem muito forte, sabia que tinha você a meu lado independente de qualquer coisa, sabia depois de mais um dia de trabalho te encontraria ali no mesmo lugar a me esperar. Depois das rezas conversávamos até a hora de dormir, tinha noites que falávamos das coisas que estavam acontecendo no mundo naquele tempo, das atualidades do momento, muitas vezes discutíamos o que seria de nosso país, hoje mãezinha se tivesse viva iria sofrer muito vendo o caos que nos cerca. Embora não gostasse de políticos você gostava de política.
Mãe quanta falta me faz, hoje não sou mais a mesma pessoa, aquela que sentia orgulho em dizer esta é minha filha, eu não sabia o que a vida me reservava depois de sua partida, mesmo não perdendo a fé e confiança eu não sou a mesma, talvez não sentisse mais tanto orgulho de mim, mas eu ainda continuo com muito orgulho em ser sua filha. Filha de uma mulher guerreira que lutou bravamente com todas as forças que tinha, enfrentou tantas dificuldades e tantas dores e percas. Mãe jamais vou esquecer seu sorriso e suas sábias palavras. Hoje completando cinco anos que Deus te levou nos deixando neste imenso vazio, sem sua presença tudo tornou difícil para a vida prosseguir, embora saiba que é preciso continuar as vezes falta ânimo e força, Sei que estás melhor ai do que quando esteve aqui nesta estrada chamada terra, e que um dia eu também vou, espero encontra-la aí e poder dizer novamente o quanto te amo.

.Texto de Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele sem autorização prévia e expressa da autora. Os Direitos estão assegurados nas Leis brasileiras e internacionais de proteção à propriedade intelectual e o desrespeito estará sujeito à aplicação das sanções penais cabíveis.