Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 20, 2017

Conto | O menino que falava com os anjos.

Ângelo era uma criança linda e inteligente todas as noites dizia a sua mãe que Jesus falava com ele, a mãe uma pessoa simples e de bom coração dizia sim filho Ele fala com as crianças inocentes e com velhinhos. Assim Ângelo crescia em estatura pois na idade era mesmo inocente tinha apenas 3 anos, o pai do menino era um homem meio bruto, mas não judiava da família, apenas não acreditava nas coisas que o filho contava, mas uma determinada noite o homem e sua esposa veriam a criança conversando com Jesus. O pai Jeremias saía para trabalhar na fazendo do patrão e deixava a esposa Dorvina com o filho, ele era bem mais velho que a esposa e sentia ciúmes dela com qualquer pessoa, ela confiava no marido e nunca desconfiaria dele, não via motivos para ter ciúmes, assim a vida seguia seu curso, ao completar 05 anos a criança foi para a escola e a mãe estava grávida de uma menina que se chamaria Alexia escolha do menino. Na escola a criança se desenvolvia muito bem muito inteligente sabia tudo e…

Poema | Ciclo da Vida.

Diante da vida coloco minhas expectativas de dias melhores e horas mais felizes e alegres, coloco minha esperança e minha angustia em saber que talvez esse dia nunca chegue. Coloco as tristezas e solidão, diante da vida dispo-me das mentiras que ocultamente atravessa os corações.
Diante da vida coloco a gratidão por todo bem recebido e acolhido de bom grado, coloco também a morte inesperada, mas sabida de todo vivente. Coloco também a verdade da vida sofrida que muitos vivem sem que outros saibam e possam estender-lhes as mãos.
Diante da morte não tem remédios todo ser vivente tomba independente do credo ou raça, morte é vida mesmo que pareça absurdo imaginar assim. Morrer para uns é vida para outros, talvez o sofrimento que faz corroer a carne não lhe vá corroer a alma assim o corpo morre, mas a alma vive eternamente.

Diante da morte e da vida não temos escolhas, nascemos, vivemos e depois morremos. Ao nascermos é alegria e festa, ao morrermos lágrimas e lamentos. Assim o ciclo inic…