Pular para o conteúdo principal

Literatura | Conto | Abrigo Santa Helena.

    Mesmo que o tempo parasse Maria não conseguiria fazer o que sonhava, mas com o pouco tempo que lhe sobrava ela caprichava na realização de seus sonhos. Ela queria montar um abrigo onde pudesse abrigar a qualquer pessoa que precisasse sem fazer distinção. Mas ganhava pouco e trabalhava muito era funcionária de uma empresa que fabricava papel. O tempo passava a mulher estava ficando cansada e sem forças, um dia no término do serviço ela confidenciou a uma amiga que estava sentindo sem forças para lutar em realizar seu sonho, contou da tristeza que morava em seu coração em ver as pessoas carentes sem lar sem família largados pela rua com fome e frio, principalmente no inverno quando passava indo do trabalho, seu coração apertava tanto que ela chorava. Alice respondeu friamente, mas você não tem nada com isto eles vivem assim por que querem, nós fazemos nossa parte trabalhamos e temos casa, problemas deles se não tem para onde voltar. Maria desapontada com amiga disse não reconheço você como pode dizer tanta asneira? Eu luto desde que comecei a ver essa situação nas ruas de meu bairro e bairros vizinhos, faço o que posso para ajudar mesmo que pouco. A mulher sorriu com desdenho e se foi, cabisbaixa Maria caminhava em direção ao ponto de ônibus quando perdida em seus pensamentos como ajudar as pessoas carentes se ela tinha pouco tropeçou em uma pedra e caiu com os joelhos no chão, quando ia se levantando viu uma caixa grande embrulhada para presente com laços de fita dentro de uma grande sacola olhou ao redor e ninguém reclamou a sacola ela desconfiada olhou novamente e depois a pegou. Segurou junto a sua bolsa e seguiu sem olhar o que era. Com os joelhos e palma de mãos arranhadas ardendo resolveu parar e olhar direito se precisava curativos estava em frente a uma farmácia. Quando ouviu alguém dizendo assim sabe aquela mulher milionária que se mudou para aqui faz poucos meses, ela vinha do banco quando foi assaltada e levou vários tiros morreu na hora deixou uma fortuna, disseram que ela havia retirado uma grande quantidade em espécie para presentear uma fundação beneficente, mas os bandidos não encontraram o dinheiro com ela.
Maria se lembra do pacote e imagina será verdade? Sim depois de chegar em casa tomar um belo banho e comer algo a mulher que vivia sozinha ligou a TV e a noticia era a morte da milionária Helena que foi assaltada e morta, mas os bandidos não encontraram o dinheiro mesmo o comparsa tendo dito que ela levava dinheiro vivo. Muito cansada começou a ler para distrair do pensamento que trazia consigo, mas adormeceu e acordou pela manhã era sábado e não ia trabalhar, preparou um café e foi a porta ver se tinha algum desabrigado por perto para tomar café consigo como sempre fazia. Depois de encontrar três pessoas um senhor e duas crianças ela os serviu com pães e leite com chocolate estava frio, conversaram um pouco e ofereceu um de seus agasalhos ao senhor que tremia, eles agradeceram e se foram, ela faxinou a casa e lavou as roupas quando lembrou que precisava comprar carne para o almoço, foi até seu quarto pegar a bolsa nisto lembrou do pacote, pegou olhou estava uma caixa de presente dentro da sacola, como ninguém havia achado tal pacote e justamente ela o encontrou em meio as pedras que lhe feriram as mãos.Com medo abriu a caixa e para sua surpresa havia muito dinheiro, olhou os pacotes de dinheiro e percebeu havia ali dinheiro para comprar uma casa grande e sobrava ainda. Antes de sair guardou a caixa bem escondida com receio de alguém que a viu com a sacola ir busca-la.
No açougue ouviu muitos comentários que sem dar demonstração ouvia com atenção, ouviu pessoas dizendo que era mentira ela não estava com dinheiro havia passado cheques, outros diziam que os assaltantes esconderam o dinheiro e outros ainda diziam que a polícia tinha ficado com o dinheiro, meio assustada pegou a carne e voltou às pressas para casa. Depois de certificar bem do tanto dinheiro que agora estava em seu poder por obra do acaso tratou de separa-lo em quantias e esconder cada uma em uma parte de sua velha casa. Assim escondeu todo dinheiro em partes iguais e locais diferentes, iria aguardar com o tempo pensaria o que fazer caso alguém reclamasse devolveria mas achava que o destino havia colocado em suas mãos a chance de realizar seu sonho. Passaram dois anos e o dinheiro guardado ela continuou trabalhando e ajudando seus amigos de rua como sempre fazia, no trabalho seu chefe lhe disse que precisava despedir alguns funcionários que ela lhe indicasse alguém que não precisava tanto do trabalho. Ela respondeu eu sei aqui todos precisam deste trabalho pode me demitir, eu estou velha e cansada. Ele disse Maria agradeço sua compreensão eu ia mesmo demitir você tem rendido pouco ultimamente. Eles acertaram as contas e lá se foi. Ao chegar em casa depois de descansar e pôr as ideias em ordem resolveu olhar o dinheiro e decidiu ia colocar seu plano em pratica, agora receberia um bom dinheiro de seu tempo de casa não levantaria suspeitas. Começou a comprar material de construção iria demolir a velha casa e montaria ali um abrigo junto a sua casa. Os vizinhos se empenharam em ajuda-la e depois de um ano estava pronta a casa e ao lado um abrigo com o nome de Abrigo Santa Helena foi uma forma que encontrou de homenagear a mulher. Depois de tudo funcionando como deveria ela estava muito feliz, agora colocou o dinheiro no banco e com os juros ajudaria a manter o abrigo. Ninguém nunca soube do achado milagroso exceto Deus e a Santa Helena como ela a chamava desde o dia. Os juros do achado estava ajudando a manter mais de 20 pessoas com roupas, remédios, alimentos. E o abrigo servia três refeições diariamente a quantas pessoas chegasse para comer, o seu aposento saiu depois de mais três anos e agora somava um pouco mais nas despesas que eram muitas, mas ela não se importava além de ajudar as pessoas necessitadas ela recebia ajuda de muitas pessoas caridosas que como ela ajudava ao próximo. Mesmo que o achado acabasse todinho ela continuaria com o abrigo pois agora recebia ajuda de várias pessoas e empresas. A amiga que friamente disse não a ela agora estava também em seu abrigo depois de ter perdido o emprego e sem ter como pagar aluguel estava na rua. Arrependida havia pedido perdão e aceitado que Deus tem seus propósitos na vida das pessoas. 

Texto de Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele sem autorização prévia e expressa da autora. Os Direitos estão assegurados nas Leis brasileiras e internacionais de proteção à propriedade intelectual e o desrespeito estará sujeito à aplicação das sanções penais cabíveis.
Even if time stopped Maria could not do what he dreamed but with the little time she was at his disposal caprichava in realizing their dreams. She wanted to set up a shelter where he could shelter to anyone who needed without distinction. But he earned little and worked very was employee of a company that manufactured paper. Time passed the woman was getting tired and without strength, a day at the end of the service she confided to a friend who was feeling powerless to fight in realizing their dream, told the sadness that lived in his heart to see the needy people homeless no family dropped the streets hungry and cold, especially in winter while on going work, her heart squeezed so much that she cried. Alice replied coldly but you have nothing that they live so they want, we do our part and we work home, their problems do not have to return to. Maria disappointed friend said you do not recognize how can you say such nonsense? I fight since I started to see the situation on the streets of my neighborhood and surrounding neighborhoods, do what I can to help even a little. The woman smiled with disdain and was crestfallen Maria walked toward the bus stop when lost in thought how to help the needy people if she had just tripped over a rock and fell to his knees on the ground, when he was getting up saw a large gift-wrapped box with ribbon bows in a large bag looked around and no one complained about the bag she looked suspicious again and then took it. He held next to her purse and went without looking at what was. With your knees and palm hands scratched burning decided to stop and look right if needed healing was in front of a farmácia.Quando heard someone saying so know that millionaire woman who moved to Chi a few months ago, it was the bank when it was robbed and was shot several times died instantly left a fortune, said she had taken a large amount in kind to present a charitable foundation, but the bandits did not find the money to her.
Maria remembers the package and think it true? Yes after arriving home take a nice shower and eat something the woman who lived alone turned on the TV and the news was the death of the millionaire Helena who was robbed and killed but the bandits did not find money even the accomplice saying that she took cash. Very tired began to read to distract thought he was carrying, but fell asleep and woke up in the morning was Saturday and was not going to work, prepared a coffee and it was the door to see if he had any homeless around to have breakfast with you as usual. After finding three people a man and two children she served them with bread and chocolate milk was cold, talked a bit and offered one of his sweaters to you trembling, they thanked and gone, she faxinou the house and washed the clothes when he remembered he needed to buy meat for lunch, went to his room pick up the bag it remembered the package, took looked was a gift box inside the bag, as no one had found such a package and just she found among the rocks you smote the mãos.Com fear opened the box and to his surprise there was much money, looked at the bundles of money and realized there was money to buy a big house and left over yet. Before leaving kept well hidden box for fear of someone who saw her with the bag go search it.
The butcher heard many comments without giving demonstration listened intently, heard people saying it was a lie she did was with money had passed checks, others said that the robbers hid the money and still others said that the police had gotten the money, means frightened took the meat and went in a hurry home. After ensuring good of so much money that was now in his power by chance he tried to separate it in amounts and hide each one on a piece of his old home. Thus hid all the money in equal parts and different locations, would wait with time think what to do if someone claimed would return but felt that fate had placed in his hands the chance to realize his dream. Two years have passed and the money saved she continued working and helping his street friends as he always did, at work your boss told you needed to lay off some employees that she show him someone who did not need much work. She said I know here all need this job can fire me, I'm old and tired. He said Maria appreciate your understanding I was going to fire you has yielded little lately. They agreed the accounts and it is gone. Arriving home after resting and ideas in order decided to look at the money and decided'd put his plan into practice, now receive good money from your home time not arouse suspicion. He began to buy building material would demolish the old house and there riding a shelter next to his house. Neighbors worked to help her and after a year was ready the house and next to a shelter with shelter name St. Helena was a way found to honor the woman. After everything working as it should was very happy, now put money in the bank and the interest would help keep the abrigo.Ninguém never knew the miraculous finding except God and St. Helena as she called it from the day. The finding of interest was helping to keep more than 20 people with clothing, medicine, food. And the shelter served three meals daily how many people come to eat, your room left after three years and now amounted to a little more in expenses that were many, but she did not care and help people in need she received help many charitable people as it helped others. Even if the finding was over todinho it would continue with the shelter because now received help from many people and companies. The friend who coldly said no to her now was also in his shelter after losing her job and no way to pay rent was in the street. Sorry had apologized and accepted that God has his purpose in people's lives.

Luzia Couto text. Copyright reserved to the author. The copying, collage, reproduction or disclosure of any kind whatsoever, the whole or part without the prior and express authorization of the author. Rights are guaranteed in the Brazilian and international laws of intellectual property protection and disrespect will be subject to the application of appropriate penalties. 
Incluso si el tiempo se detuvo María no podía hacer lo que soñaba, pero con el poco tiempo que ella estaba a su disposición caprichava en la realización de sus sueños. Ella quería establecer un refugio donde podía refugio a cualquier persona que sea necesario, sin distinción. Sin embargo, se ganó poco y funcionó muy era empleado de una empresa que fabrica papel. Pasó el tiempo que la mujer estaba cansada y sin fuerzas, un día al final del servicio se confió a un amigo que se sentía impotente para luchar en la realización de su sueño, dijo a la tristeza que vivía en su corazón para ver a las personas necesitadas sin hogar sin familia dejó las calles hambre y frío, sobre todo en invierno, mientras que en trabajo continuo, el corazón le apretó tanto que lloró. Alice respondió con frialdad, pero que no tienen nada de que viven por lo que quieren, que hacemos nuestra parte y trabajar en casa, sus problemas no tienen que volver a. Maria amigo decepcionados dijo que no reconoce cómo puedes decir semejante disparate? Lucho desde que empecé a ver la situación en las calles de mi barrio y barrios de los alrededores, hacer lo que pueda para ayudar aunque sea un poco. La mujer sonrió con desdén y fue abatido María se dirigió hacia la parada del autobús cuando perdió en el pensamiento cómo ayudar a las personas necesitadas si hubiera tropezado con una piedra y cayó de rodillas en el suelo, cuando se levantaba vio una gran caja envuelta para regalo con arcos de la cinta en una bolsa grande miró a su alrededor y nadie se quejó de la bolsa que parecía sospechoso de nuevo y luego se lo llevó. Él llevó a cabo junto a su bolso y se fue sin mirar lo que era. Con las rodillas y las manos palma quema rayado decidió parar y mirar a la derecha, si la curación era necesaria frente a un farmácia.Quando oído a alguien que lo diga saber que la mujer millonario que se trasladó a Chi hace unos meses, era el banco cuando fue robado y recibió varios disparos murieron instantáneamente dejado una fortuna, dijo que había tomado una gran cantidad en especie para presentar una fundación de caridad, pero los bandidos no encontrar el dinero para ella.
María recuerda el paquete y creo que es verdad? Sí después de llegar a casa tomar una buena ducha y comer algo a la mujer que vivía solo encendió el televisor y la noticia fue la muerte del millonario Helena que fue robado y matado, pero los bandidos no encontró dinero, incluso el cómplice diciendo que ella tomó dinero en efectivo. Muy cansado se puso a leer para distraer el pensamiento que llevaba, pero se durmió y se despertó en la mañana era sábado y no iba a trabajar, preparar un café y fue la puerta para ver si tenía alguna sin hogar en torno a desayunar con usted como de costumbre. Después de encontrar a tres personas un hombre y dos niños a los que les sirvió con pan y chocolate con leche estaba fría, habló un poco y le ofreció uno de sus suéteres para usted temblando, que dio las gracias y se fue, ella faxinou la casa y se lavó la ropa cuando se acordó de que tenía que comprar carne para el almuerzo, se fue a su cuarto recoger la bolsa que se acordó el paquete, tomó mirado era una caja de regalo dentro de la bolsa, ya que nadie había encontrado un envase de este tipo y simplemente se encontró entre las rocas que hirió al miedo mãos.Com abrió la caja y para su sorpresa había mucho dinero, miró a los paquetes de dinero y se dio cuenta de que había dinero para comprar una casa grande y se fue terminado todavía. Antes de salir de la caja mantiene bien escondido por temor a una persona que la vio con la bolsa de ir a buscarla.
El carnicero oído muchos comentarios sin dar demostración escucharon atentamente, escuchado a la gente diciendo que era una mentira que hizo fue con cheques de dinero que había pasado, otros dijeron que los ladrones se escondieron el dinero y todavía otros dijeron que la policía había conseguido el dinero, los medios miedo tomó la carne y se fue en una casa de prisa. Después de asegurarse bien de tanto dinero que estaba ahora en su poder por casualidad intentó separarlo en cantidades y ocultar cada uno en un pedazo de su antiguo hogar. De este modo se escondieron todo el dinero en partes iguales y diferentes lugares, sería esperar con el tiempo de pensar qué hacer si alguien se reivindica volvería, pero considera que el destino había puesto en sus manos la oportunidad de hacer realidad su sueño. Dos años han pasado y el dinero ahorrado, continuó trabajando y ayudando a sus amigos de la calle como siempre, en el trabajo su jefe le dijo que tenía que despedir a algunos empleados que le muestre a alguien que no necesita mucho trabajo. Dijo que sé que aquí todos necesitan este trabajo me puede despedir, estoy viejo y cansado. Dijo María apreciar su comprensión iba a disparar que ha aportado poco últimamente. Estuvieron de acuerdo en las cuentas y se han ido. Al llegar a casa después de descansar e ideas con el fin decidido mirar el dinero y decided'd poner su plan en práctica, ahora recibir buen dinero de su tiempo en casa no despertar sospechas. Empezó a comprar material de construcción sería demoler la vieja casa y hay que monta un refugio junto a su casa. Los vecinos trabajaron para ayudar a ella y después de un año estaba lista la casa y al lado de un refugio con nombre refugio Santa Elena se encontró una manera de honrar a la mujer. Después de que todo funciona como debería estaba muy feliz, ahora poner dinero en el banco y el interés ayudaría a mantener la abrigo.Ninguém nunca conoció el hallazgo milagroso, excepto Dios y Santa Elena como ella lo llamaba desde el día. El hallazgo de interés fue ayudando a mantener más de 20 personas con la ropa, medicinas, alimentos. Y el refugio sirve tres comidas al día el número de personas que vienen a comer, dejó su habitación después de tres años y ahora asciende a un poco más en los gastos que eran muchos, pero que no le importaba y ayudar a las personas necesitadas que recibió ayuda muchas personas de caridad, ya que ayudó a otros. Incluso si el hallazgo fue sobre todinho que continuaría con el centro de acogida porque ayuda ahora recibido de muchas personas y empresas. El amigo que fríamente dijo que no a ella ahora también estaba en su refugio después de perder su trabajo y no hay manera de pagar el alquiler estaba en la calle. En este momento se había disculpado y ha aceptado que Dios tiene su propósito en la vida de las personas. 
Luzia texto Couto. Los derechos de autor reservado al autor. La copia, el collage, reproducción o divulgación de cualquier tipo que sea, la total o parcial sin la autorización previa y expresa del autor. Derechos están garantizados en las leyes nacionales e internacionales de protección de la propiedad intelectual y la falta de respeto estarán sujetos a la aplicación de sanciones apropiadas.





Mais Vistas do Mês

A menina que gostava da chuva.

Um dia frio e chuvoso como Línea gostava ela ficava da janela olhando a rua onde pessoas passavam apressadas por causa da chuva e os carros passavam molhando tudo que estivesse ao lado, as crianças que brincavam na rua correndo nas poças de água gritavam e jogavam água uns nos outros isto para Línea era o máximo como ela sentia vontade de sair e fazer o mesmo, mas não podia estava presa a uma cadeira de rodas. Sua mãe Micaela sofria ao ver sua princesinha tão bela e jovem presa a uma cadeira sem poder andar mas sentia conformada pois sabia que se Deus lhe deu uma filha assim ela merecia e ainda mais porque sua filha era bela inteligente e tinha saúde apenas não podia andar, mas ela era feliz o que parecia. O Pai José não aceitava muito bem achava que era praga de uma cigana que conheceu na adolescência e havia lhe rogado uma praga, ele havia xingado a cigana que proferiu algumas palavras e ele entendeu como praga. Mas sua esposa não pensava assim sabia que Deus não castigaria uma cria…

Poema | Ciclo da Vida.

Diante da vida coloco minhas expectativas de dias melhores e horas mais felizes e alegres, coloco minha esperança e minha angustia em saber que talvez esse dia nunca chegue. Coloco as tristezas e solidão, diante da vida dispo-me das mentiras que ocultamente atravessa os corações.
Diante da vida coloco a gratidão por todo bem recebido e acolhido de bom grado, coloco também a morte inesperada, mas sabida de todo vivente. Coloco também a verdade da vida sofrida que muitos vivem sem que outros saibam e possam estender-lhes as mãos.
Diante da morte não tem remédios todo ser vivente tomba independente do credo ou raça, morte é vida mesmo que pareça absurdo imaginar assim. Morrer para uns é vida para outros, talvez o sofrimento que faz corroer a carne não lhe vá corroer a alma assim o corpo morre, mas a alma vive eternamente.

Diante da morte e da vida não temos escolhas, nascemos, vivemos e depois morremos. Ao nascermos é alegria e festa, ao morrermos lágrimas e lamentos. Assim o ciclo inic…

Conto | Júlia a menina de rua.

Júlia é uma menina linda e perdida nas ruas, ela vive nas ruas desde seus quatro anos, sua mãe Jamyli a levava para escola quando foi assaltada e assassinada perto de Júlia. Desde esse dia a menina se perdeu nas ruas e nunca mais voltou para casa onde vivia sua avó que tinha mais de 70 anos. A avó procurou pela menina por muito tempo sem noticias. Enquanto isto Júlia vivia dormindo nas calçadas, longe de seu bairro, durante o dia comia restos de lixo e as vezes, ganhava um pedaço de pão de alguém que lhe oferecia. A noite chegava e Júlia se agarrava a seu ursinho de pelúcia e fazia sua pasta de cadernos de travesseiro. Na manhã seguinte ela caminhava sem rumo e acabava cada vez mais longe de sua avó. Numa destas manhãs ela encontrou outra criança um pouco mais velha que ela, Rita tinha 10 anos e ela tinha seis, fazia dois anos estava perdida nas ruas e seus sapatos havia estragado, ela andava descalça e seu vestido estava todo rasgado. Rita sempre procurava um local mais escondido, on…